Procura por tratamento cresce 119,45%

Levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde entre os anos de 2004 e 2007 apontou crescimento de 119,45% no número de atendimentos de pessoas em busca de tratamento contra o vício do álcool.

Em 2007, os 47 Centros de Atenção Psicossocial (Caps) que assistem dependentes químicos realizaram 321.162 atendimentos em todo o Estado. Em 2006, o número foi de 267.582. Em 2005, 225.375 e, em 2004, o número de atendimentos foi de 146.344.

A busca por tratamento contra o alcoolismo tem aumentado inclusive entre aqueles em que o vício já chegou a pontos extremos, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

Centros Especializados

Segundo a secretaria, o Estado de São Paulo conta hoje com 47 Caps especializados no tratamento de dependentes de álcool e drogas. Nove deles são na Capital, que conta com o serviço especializado do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod).

Para ter acesso aos CAPs, os interessados devem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), que fará o encaminhamento para o serviço especializado mais próximo.

Em Santos, dentre os 2.692 atendimentos realizados pelo Senat no ano passado, 29,20% (ou 786) deles foram de pessoas usuárias de bebidas alcoólicas. Em 63,08% dos casos (1.698 registros), os pacientes apresentaram transtornos mentais e comportamentais pelo uso de múltiplas drogas.
Autor: Seção Últimas Notícias
OBID Fonte: A Tribuna- Baixada Santista