Jovens entre 18 e 24 anos fumam menos

A pesquisa Vigitel revelou que jovens com idade entre 18 e 24 anos aparentemente têm fumado menos e que os brasileiros passaram a se proteger menos do sol. Quase 15% dos jovens dessa faixa etária entrevistados declararam ser fumantes ano passado. Em uma pesquisa de 20 anos atrás, também do Ministério da Saúde, mas que usava outra metodologia, os jovens fumantes eram 29%.

Dos jovens, 10,8% dizem ter largado o cigarro e sedizem ex-fumantes. A queda no vício se mantém nas outras faixas etárias. Em 2008, os fumantes representavam 15,2% da população adulta. O índice era de 35% em 1989.

São Paulo foi a capital com o maior índice de adultos que fumam. O número de homens que têm o hábito é maior do que o de mulheres fumantes – 27,7% contra 15,1%.

Já a frequência de proteção contra radiação ultravioleta caiu de 53,3% para 43,9% de 2007 para 2008 no Brasil. Para medir a frequência de proteção, os pesquisadores perguntaram: “Quando fica exposto ao sol, por mais de 30 minutos, seja andando na rua, no trabalho ou no lazer, costuma usar alguma proteção?”. O estudo considerou como proteção eficaz contra raios ultravioleta o uso de filtro solar, chapéus, sombrinhas e roupas adequadas.
Autor: Editoria Nacional
OBID Fonte: Jornal do Commercio