Mais de duas doses de álcool por dia podem aumentar risco de tremores

O consumo de mais de duas doses de bebidas alcoólicas por dia podem dobrar os riscos de desenvolver tremores involuntários, ou tremor essencial – distúrbio neurológico que afeta os movimentos –, segundo novo estudo publicado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry.

Avaliando quase 3,3 mil pessoas com 65 anos ou mais, na Espanha, os pesquisadores observaram que a ingestão de pelo menos três unidades de álcool por dia mais que dobrava os riscos. E, nesse nível de consumo, a cada ano de ingestão regular de bebidas, havia um aumento de 23% no risco de desenvolver o distúrbio.

Os autores destacam que o álcool é uma conhecida toxina para o cérebro, principalmente para o cerebelo, que é a parte envolvida nos tremores involuntários. E, apesar de o álcool ser usado frequentemente para o alívio dos sintomas, os especialistas acreditam que ele pode, na verdade, acelerar o progresso da doença e piorar os sintomas.

As causas exatas de tremor involuntário ainda não estão claras, mas acredita-se que danos a células cerebrais chamadas Purkinje e uma perturbação nos sinais entre as sinapses dos neurônios podem cumprir um importante papel. Mais estudos são necessários para desvendar o papel do álcool no distúrbio.
Autor: Seção Notícias
OBID Fonte: Boa Saúde