Centro de recuperação de dependentes completa um ano

Para comemorar o primeiro ano do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas de Imperatriz (Caps ad) foi realizado semana passada o I Encontro Municipal Sobre Álcool e Outras Drogras, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde.

O evento contou com a presença dos palestrantes Sander Albuquerque, psicólogo da Prefeitura de Campinas (SP), e de Patrício Barros, membro da Associação Brasileira de Redutores de Danos.

O uso indevido do álcool é um dos principais fatores que contribui para a diminuição da saúde mental. Para minimizar as internações psquiátricas e facilitar a reinserção social de pacientes em sofrimento psíquico diagnosticado, a Prefeitura de Imperatriz, em parceria com o Ministério de Saúde, oferece atendimento e cuidados intermediários realizados pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps).

Especialização – De acordo com o secretário municipal de Saúde, Mamede Vieira Magalhães, muitos dependentes químicos que necessitam de atendimento especializado podem contar com uma boa estrutura e profissionais especializados no Caps ad. “O serviço é referência para o tratamento a dependentes químicos na região”, destacou o secretário.

O Caps visa à substituição dos hospitais psiquiátricos e seus métodos para cuidar de pessoas que sofrem com transtornos relativos à saúde mental. O Núcleo de Atenção Integrada em Saúde de Imperatriz (Naisi) conta com a atenção de três Caps: O Centro de Atenção Psicossocial Renascer (Caps II), o Infanto-Juvenil (CapsIJ) e o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps ad).

Uma equipe multiprofissional (psicólogos, enfermeiros, médicos, assistentes sociais, musicoterapeutas e professores de educação física) atende aos pacientes.

A coordenadora do Caps ad, Gizele Cerqueira, informou que o trabalho no centro começou com 60 dependentes e em um ano este numero chegou a 100 integrantes que estão buscando recuperação. Ela salientou que o índice de recuperação da dependência química é mínimo, mas algumas pessoas já deixaram de usar drogas de forma definitiva.

Atendimento

Saúde

– O Caps ad é um serviço especializado em saúde mental que atende pessoas com problemas decorrentes do uso ou abuso de álcool e outras drogas em diferentes níveis de cuidado: intensivo (diariamente), semi-intensivo (de duas a três vezes por semana) e não-intensivo (até três vezes por mês).

– É um serviço ambulatorial territorializado que integra uma rede de atenção em substituição à “internação psiquiátrica”, e que tem como princípio a reinserção social.

– O Caps ad de Imperatriz funciona no período de 8h as 18h, e serve três refeições diárias, café da manhã, almoço e jantar.
Autor: Editoria Cidades
OBID Fonte: O Estado do Maranhão