Reduzir consumo de drogas em 24%

Redução de 24% no consumo de drogas entre jovens com atividades de prevenção, em cinco anos. É em busca de resultados como esse, alcançados nos Estados Unidos, em comunidades que foram alvo do trabalho da Organização Não Governamental Amor Exigente, que duas mil pessoas se reúnem em Aracruz, a partir de hoje.

Elas vão participar do 9º Congresso Nacional e 1º Internacional da organização, que é responsável pelo projeto de Coalizões Comunitárias, que além dos voluntários, conta com representantes de diversos setores da sociedade para tentar combater o uso de drogas.

Durante o evento, a experiência da ONG Community Anti Drug Coalitions of America (Cadca), que possui cerca de 5 mil coalizões comunitárias nos EUA, será apresentada, e cerca de 200 voluntários do Amor Exigente no Brasil serão treinados para fazerem progredir as alianças brasileiras, que começaram a ser implantadas há cerca de um ano, em 11 cidades, entre elas, Vitória.

Projetos em Vitória

“O que temos aqui são projetos-piloto. Em Vitória, vamos trabalhar em Jardim da Penha, onde já detectamos que o principal problema é o uso de álcool, com base na observação, nas reuniões, no trabalho do Amor Exigente, que existe no bairro há mais de 13 anos”, explica a articuladora da Coalizão Comunitária de Vitória, Maria de Fátima Santana Pereira.

Entre os ingredientes usados no trabalho norte-americano da ONG, está o envolvimento do próprio jovem nos trabalhos voluntários e o uso de pesquisas para revelar o envolvimento da comunidade com as drogas. “Essa é a grande tônica. Além disso, há o engajamento de vários setores – da maçonaria, das escolas, do comércio”, diz a coordenadora regional do Amor Exigente, Clotilde Tóffoli.

O evento também contará com a participação do psiquiatra e coordenador da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp) e do escritor Augusto Cury.

Para participar:

9º Congresso Nacional e 1º Internacional de Amor Exigente
Quando: de hoje a domingo
Onde: no Centro de Turismo Ponta Formosa, no Sesc de Santa Cruz, Aracruz
web: www.congressoa morexigente.com.br
Inscrições: ainda podem ser feitas hoje
Preço: R$ 260 (preço inclui refeições)

Prevenção

“O objetivo é livrar a sociedade das drogas”

Daniele Fonseca

Coordenadora das Coalizões Comunitárias no Brasil

Pai e mãe exercendo seu papel, assim como a polícia e o Estado, as igrejas, todos focados no combate às drogas. Essa é a proposta do Coalizões Comunitárias Antidrogas da Federação Brasileira de Amor-Exigente (Febrae), como explica a coordenadora nacional do projeto, Daniele Fonseca. Ela destaca que, nos projetos, cada cidade identifica como terá que combater o problema.

Como uma coalizão comunitária pode reduzir o consumo de drogas?
Temos foco na prevenção e no engajamento de cada cidadão. As pessoas precisam ver que suas pequenas ações fazem diferença. O objetivo final é uma sociedade livre das drogas.

Quais os resultados já alcançados?
São pequenas ações. Mas cada cidade identifica o seu principal problema. Na maioria dos casos, é o álcool, mas em algumas comunidades é o crack. Em Pindamonhangaba, por exemplo, viram que, apesar de terem uma lei que proibia bares num raio de 100m de escolas, em 78%, essa situação existia.

Nesse caso, pede-se mais fiscalização…
Damos liberdade aos parceiros para fazerem o que pode ser feito. Os pais, por exemplo, podem não incentivar o consumo de álcool, as escolas, não fazer festas onde a bebida seja vendida.
Autor: Elisangela Bello
OBID Fonte: A Gazeta