USP oferece novo tratamento para dependentes de cocaína

O Instituto de Psiquiatria – IPq do HCFMUSP está testando uma nova forma de tratamento para dependentes de cocaína, por meio de estimulação magnética transcraniana (EMT).

A EMT faz uso de um campo magnético potente, similar ao de ressonância magnética, promovendo ativação de neurônios ou sistemas neuronais desativados em função de diferentes patologias ou transtornos psiquiátricos. Ém um método não invasivo, indolor e seguro e, segundo o coordenador do estudo, Philip Ribeiro, a EMT pode influenciar positivamente no controle da fissura pela droga, entre outros aspectos.

Serão aceitos homens e mulheres de 18 a 35 anos, que não apresentem outras dependências químicas, com excessão de tabaco. Agendar triagens pelo tel. (11) 3069 8159.
Autor: USP
OBID Fonte: USP