Recursos Federais vão prevenir uso indevido de drogas

Uma ação integrada entre 16 municípios gaúchos e o governo federal no combate ao uso de drogas e à violência foi firmada ontem na Capital e beneficiará 4,1 milhões de pessoas, entre jovens de 12 a 29 anos, seus familiares e as respectivas comunidades. O ministro da Justiça, Tarso Genro, e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Jorge Armando Felix, assinaram termo de compromisso com os representantes das prefeituras, na sede da Polícia Federal. O objetivo do programa é a prevenção ao uso de entorpecentes, o tratamento e a reinserção social de usuários, reduzindo a criminalidade.

Simultaneamente, os órgãos de segurança pública intensificarão ações de repressão ao tráfico de drogas. A iniciativa segue linhas de ação do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad). No país, estão abrangidas cinco regiões metropolitanas. São Porto Alegre, Rio de Janeiro, Vitória, Salvador e Brasília, num investimento de R$ 54 milhões durante a sua implementação, prevista para este ano e 2010. “É preciso combater o uso de drogas, problema que vem dizimando nossa juventude. A questão só pode ser resolvida com pactos como este”, enfatizou o ministro.

No RS, o investimento estimado para o repasse aos municípios é R$ 11 milhões e beneficiará 4,1 milhão de jovens e seus familiares. “O recurso poderá ser utilizado na ampliação dos leitos para tratamento do crack, que está se disseminando rapidamente”, destacou a secretária adjunta nacional de Políticas sobre Drogas, Paulina Vieira Duarte. O governo deixou claro que até o fim de agosto pretende ter levantamento da aplicação dos recursos nas cidades integrantes do programa. Segundo Tarso, os municípios que não aplicarem os recursos terão seus convênios suspensos para 2010.
Autor: Editoria Polícia
OBID Fonte: Correio do Povo