Lei seca: só 2,5% foram flagrados com álcool

Além da redução de duas mil vítimas de trânsito, em comparação com o mesmo período do ano passado, as operações Lei Seca estão ajudando a mudar o comportamento dos motoristas no Rio. O número dos que se recusam a fazer o teste do bafômetro caiu quase à metade nos últimos seis meses. Dados da coordenação geral da Lei Seca mostram que em março, quando começaram as ações, cerca de 12% das pessoas abordadas não aceitavam fazer o teste, mas hoje esse índice é de 6,5%.

Até sábado, quando as blitzes completaram seis meses, foram abordados 71.269 motoristas, dos quais 4.626 (6,5%) não aceitaram fazer o teste. Segundo a coordenação das ações, dos 66.643 motoristas que fizeram o teste, apenas 2,5% (1.670) haviam ingerido bebida alcoólica.

Para o subsecretário estadual de Governo, Carlos Alberto Lopes, o balanço das operações indica que os motoristas estão mais conscientes dos riscos de dirigir após consumir algum tipo de bebida alcoólica.

— Não temos dúvidas sobre os efeitos positivos das operações.

O carioca vem deixando de consumir bebidas quando tem de dirigir — disse Lopes.

Lopes afirmou que, nesses seis meses, foram aplicadas 14.297 multas; recolhidas 6.221 carteiras de habilitação e rebocados 4.688 veículos.

No mês passado, o número de vítimas de acidentes na capital caiu 23,3% em relação a agosto de 2008.
Autor: Editoria Rio de Janeiro
OBID Fonte: O Globo