Alunos da USP de Ribeirão Preto (SP) invadem prédio contra veto a festa com álcool

da Folha Ribeirão
Alunos da USP de Ribeirão Preto ( 313 km de São Paulo) ocupam desde a noite de quarta-feira (7) a sede da Coordenadoria do Campus da USP, antiga prefeitura da unidade. Os estudantes protestam contra decisão do Conselho Gestor, órgão máximo da universidade em Ribeirão, que reforçou a proibição às festas com consumo de álcool dentro da universidade.

Segundo o coordenador do campus, José Moacir Marin, a proibição, que vigora desde 2007, foi reforçada por lei estadual aprovada em maio deste ano, que veta o álcool em instituições de ensino.

Os alunos argumentam que a decisão restringe as festas programadas para arrecadar dinheiro, visando manter centros acadêmicos, diretórios e atléticas.

O diretor do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Lucas van Zubben, afirmou que a manifestação dos estudantes não é pelo direito de consumir bebidas e realizar festas, mas pela restrição às atividades acadêmicas impostas pela nova norma.

“Do jeito que está, toda a nossa atividade vai ter que passar por autorização. Sessão de cinema, jogar bola no final de semana, tudo”, disse Van Zubben, que cursa o quarto ano de biologia.

Segundo Marin, não há restrição às atividades culturais e esportivas sem bebidas, som alto ou outro tipo de incômodo ao restante do campus.
FONTE: UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas