Beira-Mar não deixaria os 11 filhos usarem drogas

Beira-Mar conta que apenas um é registrado e os outros são “à brasileira”.
Traficante confesso, Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, disse ao juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, que não deixaria os filhos usarem drogas.
Beira-Mar tem 11 filhos, dos quais, segundo ele, seis são “genéticos” e cinco adotados.
Questionado pelo MPE (Ministério Público Estadual) se os filhos são registrados, ele revela que 10 são “à brasileira”, ou seja, sem registro.
Estudos – Durante o interrogatório, Beira-Mar defendeu os estudos e aconselhou estudantes de direito a conhecer o presídio federal de Campo Grande, onde ele está preso.
Beira-Mar é julgado hoje pelo assassinato de João Morel, crime ocorrido dia 21 de janeiro de 2001, no Estabelecimento Penal de Campo Grande.
O traficante é acusado de ser o mandante do crime.
Autor:Aline Queiroz e Nadyenka Castro
UNIAD Fonte:Campo Grande News