Fumo passivo mata sete pessoas por dia no Brasil, advertem especialistas

Especialistas advertem que, mesmo sem fumar, sete brasileiros morrem todos os dias por doenças relacionadas ao cigarro. São os fumantes passivos: pessoas que se tornam ameaçadas simplesmente por conviverem com fumantes ativos. “O risco de doenças cardiovasculares é 25% maior nos fumantes passivos”, afirma Gustavo Prado, pneumologista do Instituto do Câncer. Um fumante passivo tem 30% mais risco de desenvolver câncer de pulmões no decorrer da vida. Segundo os médicos, a única forma segura de prevenção contra o cigarro é não ter exposição nenhuma à fumaça.
Fonte:Montesclaros.com.br/UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas