Nunca experimente o crack

Nunca experimente o crack é o slogan da campanha inédita do Ministério da Saúde lançou há para a prevenção sobre o crack. A droga, que vem sendo usada por um número crescente de brasileiros de todas as classes sociais, é feita a partir do cloridrato de cocaína com bicarbonato de sódio e ingredientes cada vez mais incertos e tóxicos como gasolina, querosene e até água de bateria. Estudo recente realizado em Salvador, São Paulo, Porto Alegre e no Rio de Janeiro detectou um aumento do número de usuários de crack em tratamento ou internados em clínicas para atendimento a dependentes de álcool e drogas. Eles respondem por 40% a 50% dos indivíduos em tratamento, dependendo da clínica e de sua localização. A idade média dos usuários de crack (31 anos) é inferior à dos demais pacientes em tratamento (42 anos). Entre os dependentes desta droga, 52% são desempregados (leia mais aqui). Foram criadas peças para a internet, rádio, TV, mídia impressa, mobiliário urbano e intervenções urbanas.
Fonte:iG/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)