Divisão de Controle do Tabagismo do INCA coordena painel no Fórum Social Mundial no Rio Grande do Sul

De segunda a sexta-feira (25 a 29/01), o Instituto Nacional de Câncer participa do Fórum Social Mundial, nas cidades de Porto Alegre e Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul.

A principal atividade coordenada pelo INCA será o painel “Tabaco e desenvolvimento Sustentável: uma combinação possível?”, que acontece na terça-feira, 26, às 14h, em Novo Hamburgo. A chefe da Divisão de Controle do Tabagismo, Tânia Cavalcante, discutirá com os participantes a relação entre o tabagismo e a pobreza, a fome e a desnutrição, além de apresentar os avanços do país no cumprimento da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (documento da Organização Mundial da Saúde da qual o Brasil é signatário)

O painel também contará com a diretora-executiva da Aliança de Controle do Tabagismo, Paula Johns, que abordará os benefícios sociais e econômicos da adoção de ambientes livres de fumo e as estratégias da indústria do tabaco para captar consumidores.

Já a representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Adriana Gregolim, e a promotora do Ministério Público do Trabalho do Paraná, Margareth Matos, discutirão os impactos sociais, o trabalho infantil, as doenças e os danos ao meio ambiente decorrentes da produção de fumo na região Sul.

O INCA está distribuindo materiais e prestando informações ao público no estande da Secretaria de Saúde do estado do Rio Grande do Sul. Os participantes serão sensibilizados a apoiar o Projeto de Lei 315, do senador Tião Viana, em tramitação no Senado Federal. Esse projeto modifica a lei federal 9294/96, proibindo o fumo em ambientes fechados em todo o território nacional, e elimina os fumódromos em locais fechados e vem enfrentando o lobby das indústrias do tabaco.
Fonte:INCA – Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde