Presidente uruguaio quer Maradona em campanha contra drogas

Símbolo de quem já viveu na pele o drama de ser viciado em drogas mas deu a volta por cima, o técnico da seleção da Argentina, Diego Armando Maradona, pode virar “garoto-propaganda” para evitar que mais pessoas tenham de passar por tal problema.

Em entrevista para o diário El Observador nesta quarta-feira, o presidente recém-eleito do Uruguai, José Mujica, confirmou que convidou o astro argentino a estrelar uma vasta campanha contra as drogas.

“De alguma maneira eu gostaria que o Maradona falasse aos jovens, não apenas dos problemas causados pela droga, mas, principalmente, dos benefícios do esporte, de fazer atividade física”, explicou.

Segundo Mujica, Maradona foi bastante receptivo ao convite, mas deixou para sacramentar o acordo após o término da Copa do Mundo da África do Sul, que terá sua partida final no dia 11 de julho.

“Nós nos falamos por telefone, mas o Maradona está muito ocupado agora com o Mundial e deixamos para acertar depois. Acredito que ele será muito importante nessa empreitada, pois é um ídolo mundial e se fará escutar pelas pessoas”, concluiu, lembrando que o ex-craque está livre do vício há quase três anos.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)