Idosos: Levantamento aponta que 9% abusam do álcool em SP

Entre os homens, o índice atingiu os 20%, enquanto, entre as mulheres, é bem inferior (3,1%).

O levantamento mostra também que o abuso de bebidas alcoólicas ocorre em todas as classes econômicas, mas é mais expressivo nas camadas mais pobres. Enquanto na classe A 7% dos idosos sofrem com o alcoolismo, na classe D são 13,6% e, na E, 18,3%. Para o psiquiatra Cássio Bottino, coordenador do programa de Terceira Idade do Instituto de Psiquiatria, uma possível explicação é o menor acesso a informação sobre o consumo nocivo de álcool. A taxa vai caindo também conforme aumenta o tempo de estudo.

Segundo ele, os idosos podem sofrer consequências negativas com uma ingestão de álcool inferior à de adultos jovens. “Eles têm diversas doenças que podem ser agravadas pelo consumo, e o álcool pode interferir com remédios que eles usam.”
Fonte:Folha de São Paulo/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)