Projeto treina agentes para combater o crack

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e a prefeitura de Santo Antônio da Patrulha oficializaram ontem uma das primeiras ações concretas de combate ao crack no Estado.

O prefeito Daiçon Maciel da Silva (PMDB) e a reitora da UFCSPA, Miriam da Costa Oliveira, assinaram um acordo, para a realização do curso de extensão Ações Integradas de Educação e Saúde: Enfrentamento ao Uso de Drogas. As aulas já começaram e são realizadas sob a forma presencial e à distância.

O curso tem o objetivo de treinar agentes, ampliando a possibilidade de formação de profissionais que tratam diretamente com o problema nas áreas da saúde, educação, segurança e assistência social.

Atualmente, mais de 50 representantes dos 11 municípios da Região Metropolitana estão participando do curso. Segundo o prefeito, a sociedade e os governos não estão preparados para lidar com o crack.

– Já ouvimos falar muito sobre esta droga e seu poder de destruição, mas esperamos que com este projeto que hoje é piloto, possamos avançar mais – afirma Silva.

Para a reitora, a iniciativa é importante, por agregar profissionais de diferentes áreas.

– Temos interesse em ampliar as vagas para este curso, bem como a parcerias em outras áreas da saúde – projeta.
Autor:
OBID Fonte: ZERO HORA-RS