Lei seca livra 4.800 pessoas de acidentes no Rio, segundo pesquisa

Após um ano de início da Operação Lei Seca, 4.875 pessoas se livraram de acidentes de trânsito na cidade do Rio, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira pelo Governo Estadual. Com o objetivo de combater a mistura de álcool e direção, a ação reduziu em 22,8% (340 casos a menos) o número de vítimas de acidentes apenas em março deste ano, em relação ao mesmo período de 2009.

No mês passado, foram registradas pelo GSE (Grupamento de Socorro de Emergência), do Corpo de Bombeiros, 1.148 vítimas de acidentes de trânsito na capital, contra 1.488 no mesmo período do ano passado.

No feriado prolongado de Páscoa, enquanto foi registrado aumento de 34% no número de mortes em acidentes de trânsito nas estradas de todo o Brasil, de acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), houve um decréscimo de 71,5% no número de mortes nas rodovias fluminenses. No Rio, em 2009, ocorreram sete mortes durante o feriado nas estradas. Já em 2010, foram duas.

“Atribuo esses resultados ao estabelecimento de uma fiscalização constante e efetiva e, principalmente, ao trabalho de conscientização, que vem propiciando uma real mudança de comportamento dos condutores no Rio”, disse em nota o porta-voz da Operação Lei Seca, Carlos Alberto Lopes.

Teste do bafômetro

De 19 de março de 2009 — quando foi lançada a Operação Lei Seca — até a madrugada desta segunda-feira, 193.610 motoristas foram abordados em blitze, 36.615 deles receberam multas e 11.218 veículos foram rebocados. No mesmo período, 14.913 carteiras de habilitação foram recolhidas e os agentes realizaram 182.373 testes com etilômetro. Foram aplicadas 2.449 sanções administrativas e 863 criminais.
Autor: Diana Brito
OBID Fonte: Folha Online