Pessoas deprimidas fumam mais e têm menos chances de parar, diz estudo

Pessoas com depressão são mais propensas a fumar e têm menor probabilidade de largar o vício, segundo pesquisa dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. De acordo com os autores, os resultados não provam que a depressão leva as pessoas a fumar ou que o tabagismo causa depressão, mas os dados mostram uma forte relação entre ambos.

Avaliando pesquisas nacionais americanas realizadas entre os anos de 2005 e 2008, os especialistas descobriram que, entre as pessoas com depressão severa, 48% das mulheres e 40% dos homens fumavam – taxas muito altas se comparadas com a de pessoas sem o problema psiquiátrico: 17% para as mulheres e 25% para os homens. E os resultados mostraram, ainda, que os fumantes deprimidos tendiam a acender o primeiro cigarro do dia mais cedo do que os fumantes que não tinham depressão; quanto mais grave fosse a depressão, maior o número de cigarros fumados diariamente; e os deprimidos tinham menos chances de largar o vício do aqueles sem a condição.
Autor: Últimas Notícias
OBID Fonte: Uol Online