Bebida alcoólica pode agravar alergias

Por Anahad O´Connor -The New York Time
Vinho branco e vinho tinto são as bebidas que mais deflagraram sintomas de alergia

A afirmação

O álcool pode piorar alergias.

Os fatos

Nariz entupido e espirros durante toda a estação da alergia? Talvez seja melhor deixar o álcool de lado. Estudos descobriram que o álcool pode causar ou piorar os sintomas comuns da asma e da febre do feno, como espirros, coceiras, dor de cabeça e tosse.

Mas o problema nem sempre é o próprio álcool. Cerveja, vinho e licor contêm histamina, produzida pela levedura e bactérias durante o processo de fermentação. A histamina, é claro, é o químico que deflagra sintomas de alergia.

Cerveja e vinho também contêm sulfitos, outro grupo de compostos conhecido por provocar asma e outros sintomas parecidos com alergia.

Num estudo realizado na Suécia, em 2005, cientistas observaram milhares de pessoas e descobriram que, em comparação com a população em geral, os participantes com diagnóstico de asma, bronquite e febre do feno tiveram muito mais tendência a apresentar espirros, nariz escorrendo e “sintomas nas vias respiratórias” depois de tomar um drinque.

Vinho branco e vinho tinto foram os elementos que mais deflagraram esses sintomas e as mulheres, por razões desconhecidas, tiveram duas vezes mais probabilidade de serem afetadas, em comparação aos homens.

Outro estudo com milhares de mulheres, publicado no jornal Clinical and Experimental Allergy em 2008, descobriu que tomar mais de duas taças de vinho por dia praticamente dobra o risco de sintomas de alergia, mesmo entre mulheres livres de alergias sazonais e perenes no início do estudo.

Também é bom buscar outros alimentos que contenham ou liberem histamina, como queijos envelhecidos, produtos em conserva ou fermentados e alimentos que contenham levedura, como pão, cidra e uvas.

Conclusão

Beber álcool pode causar ou piorar alergias, especialmente em mulheres.
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas