Museu de Drogas no Taguaparque conscientiza a população

“Aqui elas têm a oportunidade de conhecer as drogas que elas nunca viram na vida, por meio do mostruário. Muitas pessoas passaram por aqui, principalmente, as mais velhas”, aponta Sergio Araújo , agente do Centro Piloto de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas (CPUD). Mais de 600 pessoas visitaram o local.

Pais de três jovens, Lourdes Duarte, 46 anos, e o comerciante Amilton Duarte, 56 anos, aprovaram a variedade de serviços oferecidos durante o evento. “Precisamos estar sempre atualizados para conversarmos e orientarmos sempre nossos filhos. O trabalho do museu é super importante”, diz a cabeleireira.“

O Centro Piloto de Educação e Prevenção ao Uso de Drogas tem como objetivo educar e prevenir a comunidade em relação aos prejuízos sociais do uso indevido de drogas. Além da unidade móvel, o Centro Piloto oferece à comunidade: palestras, exibição de vídeos educativos, exposições no Museu de Drogas, indicação de instituições de recuperação e tratamento.

CONFIRA

Quem quiser conhecer o projeto, o Museu de Drogas funciona de segunda à Sexta, das 8h às 18h, na Academia da Polícia Civil. Mais informações: (61)3336-2535 ou pelo e-mail museudedrogas@pcdf.df.gov.br.
Fonte:Correio Braziliense/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)