fbpx

Nova política contra drogas alia prevenção

Washington, EUA – Em clara mudança de linguagem, a Casa Branca anunciou hoje sua nova estratégia antidrogas para os EUA, que divide esforços entre prevenção e tratamentos, de um lado, e cooperação internacional e repressão, de outro. “Esta estratégia pede uma abordagem equilibrada para confrontar o complexo desafio das drogas e suas consequências”, disse o presidente Barack Obama. “Ao aumentar a prevenção comunitária, expandir tratamentos, fortalecer a ação policial e trabalhar com nossos parceiros globais, poderemos reduzir o uso de drogas e o dano que ele causa.”

A retórica do governo americano foi considerada a mais balanceada das últimas décadas, passando parte da concentração histórica na política repressiva da “guerra às drogas” para um enfoque mais voltado para saúde pública.

Analistas alertam, porém, que enquanto o plano dá um passo na direção correta, não representa reviravolta profunda nas políticas fracassadas do passado, especialmente quanto à ação internacional.

“Não parece haver muito na estratégia que aponte para uma nova forma de pensar (em termos de cooperação com outros países)”, disse à Folha de S.Paulo John Walsh, analista para drogas do grupo Agência Washington para a América Latina (Wola, na sigla em inglês). “No geral, é uma melhora, mas o ponto de partida é muito ruim.”
OBID Fonte: Folhapress