O crack e a eleição

Nesses dias pré-campanha eleitoral, vê-se claramente partidos e pré-candidatos abraçarem a causa antidrogas, notadamente a problemática do crack. Mas, não esqueçamos, essa retórica pode conter interesses eleitoreiros inconfessáveis.

O avanço das drogas jamais será contido com promessas de palanque. É preciso liberar mais dinheiro público para investir forte em prevenção e tratamentos de recuperação. E esse é um compromisso comum a todos candidatos.
Fonte:Pioneiro/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)