Álcool e drogas são problemas recorrentes

As drogas, principalmente o crack, e o consumo excessivo de álcool são apontados como as principais dificuldades para conseguir reabilitar quem mora na rua.

Em Ribeirão, acompanhando o trabalho da Cetrem, a Folha constatou a dificuldade citada pelos profissionais da área social.

No abrigo, a reportagem teve o primeiro encontro com o morador de rua Ariovaldo da Silva, 49, enquanto ele fazia uma das cinco refeições diárias oferecidas no local.

Silva convive com a realidade das ruas desde os anos 1990 -nem ele sabe a data exata-, quando, em razão de um desentendimento familiar, se separou da mulher com quem tem três filhos.

No abrigo da prefeitura, ele estava havia nove dias. “E há 11 dias sem beber”, disse.

Porém, no dia seguinte, quando a reportagem acompanhava a ronda noturna da Cetrem, encontrou Silva outra vez sob os efeitos do álcool , na rua, dormindo em uma calçada ao lado do CPC, na Baixada. Foi colocado na Kombi e levado de volta à central.
Autor: redação de Ribeirão Preto
OBID Fonte: Folha de São Paulo