Programa contra drogas terá resultados este ano

A ampliação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) deverá ter seus resultados já colhidos neste ano.

Na semana passada, o projeto de lei 199/2009, de autoria do deputado estadual Alberto Oliveira (PMDB), regulamentou as atividades desenvolvidas pela Brigada Militar como uma ação de política de Estado, possibilitando maior capacitação de recursos e desenvolvimento de ações nas escolas gaúchas. Conforme a chefe da Seção Proerd do Departamento de Ensino da BM, major Silvia Bitencourt, a meta é atingir 140 mil crianças e adolescentes em 2010.

O programa já existe há 12 anos e, desde então, atendeu a cerca de 650 mil jovens em todo o Estado. Segundo Silvia, o fato de o Proerd ser regulamentado não deverá interferir nas atividades pedagógicas do projeto. “O que temos é o acréscimo da ideia de política pública, não somente executado pela Brigada. Temos uma legislação que vai nos ancorar, poderemos buscar linhas de financiamento para ampliar as ações”, disse.

Apesar do aumento de consumo de crack no Estado, as ações vão abranger o consumo de todos os tipos de drogas. “Sabemos que o crack vem crescendo, mas não podemos esquecer do álcool, que geralmente é o começo de tudo”, exemplificou a major.

Para dar seguimento ao projeto, a Brigada dispõe de 555 instrutores preparados para desenvolver as ações de prevenção nas escolas e junto aos moradores, envolvendo alunos, pais e professores.
Fonte:Gazeta do Povo/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)