Alcoolismo não pode ser motivo para demitir trabalhador

Na lista de motivos de faltas ao trabalho, o alcoolismo aparece em terceiro lugar, segundo dados do Ministério do Trabalho.

As faltas se acumulam mais às segundasfeiras e após feriados prolongados. Baixa produtividade e acidentes são alguns dos prejuízos causados pelos alcoolistas nas empresas onde trabalham.

O alcoolismo é considerado doença pela Organização Mundial de Saúde e por isso, não é motivo para demissão do trabalhador.

Os Centros de Apoio Psicossocial (Caps), instalados em cada município, possuem psicólogas e outros profissionais que auxiliam o dependente químico que decidem largar o vício. O alcoolista precisa ser encaminhado para tratamento.
Fonte:O Diário.com/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)