Lei Seca Brasileira é experiência exitosa, afirma OPAS

No Relatório sobre o Estado da Segurança Viária na Região das Américas, divulgado recentemente pela Organização Panamericana da Saúde (OPAS), a experiência Brasileira aparece com exemplo de sucesso. A seguir um trecho do relatório:

“Uma das estratégias exitosas da região das Américas enquanto legislação sobre a condução de veículos sob efeito de álcool é a lei de Tolerância Zero do Brasil. Em junho de 2008, este país aprovou a lei federal 11.705 que estabelece que o limite de álcool no sangue do condutor de veículos automotores seja zero, incluindo penalizações severas para aqueles que não acatarem a lei. Também, contempla um programa de fortes restrições sobre produtos com álcool, de modo que todos os estabelecimentos e pontos de venda de bebidas alcoólicas tenham que exibir propagandas que sinalizem de maneira visível que a ingestão de álcool antes e durante a condução de veículos automotores é um crime.

No caso do estado de São Paulo – de acordo com fontes oficiais – o número de mortes diminuiu cerca de 6,92% entre os períodos de julho de 2007 – abril de 2008 e julho de 2008 – abril de 2009, o que representou uma redução de 4.029 a 3.750 mortes.

Em semanas posteriores à introdução da legislação, o Serviço de Atenção Móvel de Urgência (SAMU) registrou uma diminuição de 15% nas admissões em emergências hospitalares nas capitais do Brasil, e uma diminuição acima de 20% em 7 cidades do país. Durante os 6 primeiros meses de aplicação da lei 11.705, para o país representou uma redução de 1.722 acidentes relacionados ao álcool, e uma redução de 13,6% na ocorrência de acidentes em estradas federais.

Essa lei representa um modelo exitoso para ser seguido no restante das Américas, pois seu conteúdo pioneiro servirá como um padrão para a promoção da segurança viária e prevenção dos acidentes viários, particularmente entre os jovens”. (Tradução livre)
Autor: Tradução OBID
OBID Fonte: OPAS