Companhias querem tornar crianças viciadas em nicotina

Opinião
Os fabricantes de cigarros são criminosos de longa carreira. Nenhum dos crimes cometidos pelo capitalismo mundial destruiu tantas vidas quanto as estratégias das companhias para convencer crianças a começar a fumar.

Os fabricantes de cigarros não têm o menor escrúpulo, são capazes de tudo.

Usaram atores, compraram médicos, esconderam pesquisas, fizeram comerciais dirigidos aos adolescentes, corromperam políticos e contrataram lobistas.

O objetivo não poderia ser mais explícito: viciar meninas e meninos para torná-los dependentes de nicotina.

Espalharam pontos de vendas coloridos e sedutores junto às escolas e aos locais em que os jovens se reúnem.

Na revista “Exame”, a Souza Cruz admite o crime: “temos de inundar o varejo com nossos maços…Os cigarros que saem das fábricas, em Uberlândia e Cachoeirinha abastecem 260 mil pontos de ve nda em todo o Brasil”.

Até quando conviveremos com esse crime continuado?
Autor:Drauzio Varella – Folha de São Paulo – Colunista da Folha
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas