Em salas de cinema, Santa Casa de SP faz campanha contra o fumo

Uma campanha da Santa Casa da Misericórdia de São Paulo, criada por agência de publicidade de São Paulo, alerta a população sobre os malefícios do cigarro. A estreia do filme de 1 minuto aconteceu na última sexta-feira nas salas de cinema do Reserva Cultural e do Belas Artes, na capital paulista.

“Essa é uma forma de atingir um grande número de pessoas na conscientização e mostrar o mal que o fumo traz à saúde”, afirma o Dr. Antonio Carlos Forte, superintendente da Santa Casa.

De acordo com o vice-presidente de criação da agência de publicidade, Marco Versolato, o filme usa a linguagem cinematográfica para dar ao espectador a impressão de que ele está assistindo a um longa-metragem.

Pode-se ver um homem em um galpão escuro enquanto os créditos começam a aparecer. O clima é de mistério. Ele, então, pega o fósforo e acende o cigarro. Quando olha para a câmera, como se alguma coisa fosse acontecer, o comercial termina.

“A ideia é mostrar que, assim como o filme, a vida do fumante também pode acabar abruptamente”, compara Versolato.

O desfecho fica por conta da mensagem: “Não deixe sua história terminar antes da hora. Uma campanha da Santa Casa de São Paulo contra o fumo”. A agência, a produtora e as salas de cinema onde o filme será exibido participam da ação voluntariamente.

De acordo com as pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que mais de 3 bilhões de pessoas, entre fumantes e passivos, são atingidas pelos malefícios do cigarro no mundo.

Ficha técnica
Cliente: Santa Casa
Produto: Institucional
Título: “Cigarro”
Duração: 1 minuto
Direção de criação: Marco Versolato e Wilson Mateos
Criação: Leon Valente e Fábio Barbato
Atendimento: Daniela Araujo e Valeria Ordonhez
Aprovação cliente: Dr. Forte e Adriana Diniz
RTVC: Nicole Godoy e Camila Naito
Direção: Kitty Bertazzi
Direção de fotografia: Alexandre Ermel
Montagem: Gabriel Tinoco
Mês de produção: agosto de 2010
Autor:
OBID Fonte: Estadão