Chapada terá projeto de prevenção ao uso de drogas

Na segunda-feira (27), as Promotorias de Justiça de Chapada dos Guimarães (60 km de Cuiabá) irão lançar o projeto ´Todos contra as drogas´.

A ação visa o desenvolvimento de uma série de atividades de prevenção e combate às drogas no município e faz parte do programa ´Todos contra as drogas ilícitas´, promovido pelo Ministério Público Estadual. O evento terá início às 19h na Câmara de Vereadores de Chapada dos Guimarães, com a participação de promotores de Justiça, representantes de órgãos públicos e entidades locais, além da população em geral.

De acordo com o promotor de Justiça César Danilo Ribeiro de Novais, o objetivo principal do projeto baseia-se em três itens: prevenção, recuperação e repressão. Entre diversas ações, serão realizadas a estruturação da rede municipal nas questões de prevenção e combate às drogas; divulgação de informações que orientem a prevenção e promovam o tratamento de dependentes químicos e mobilização de secretarias de Saúde e de Ação Social.

Segundo ele, é preciso combater o uso de entorpecentes entre adolescentes e jovens por meio de três abordagens: terapêutica, repressiva e preventiva. Uma das ações previstas na área preventiva visa a implementação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), destinado aos alunos do ensino fundamental. Além disso, a Promotoria de Justiça juntamente com os demais parceiros promoverá palestras aos educadores, pais e alunos das escolas sobre a identificação de fatores de risco e a oferta de atividades recreativas, esportivas e artesanais aos estudantes. “É importante consignar que o combate não se limitará as drogas ilícitas, como maconha, crack, pasta-base de cocaína e congêneres, mas também o uso abusivo do álcool”.

“Vamos instituir o serviço narcodenúncia (Disque 181) para a população denunciar sigilosamente o tráfico de drogas e incentivaremos a instituição de grupos de mútua ajuda e comunidades terapêuticas. Também iremos participar da Semana Nacional de Prevenção às Drogas, promovendo atividades em escolas e evento alusivo abordando temas atuais em palestras”, destacou o promotor. Consta ainda no projeto que a Promotoria de Justiça cobrará celeridade nos trâmites dos procedimentos investigatórios e processos criminais que tenham por objeto a apuração do crime de tráfico de drogas no município.
Fonte:Circuito Mato Grosso/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)