Usuários de maconha têm duas vezes mais problemas mentais

Fumantes da droga se queixam de ansiedade, tristeza, melancolia e impaciência.

Um estudo realizado na Holanda, onde o uso da maconha é descriminalizado, aponta que usuários da droga têm o dobro do potencial de adquirir problemas mentais do que pessoas que não fumam o entorpecente.

O estudo, que foi realizado entre 2007 a 2009, com 18,5 mil pessoas, constatou que 20% dos usuários de maconha do sexo masculino se queixaram de problemas mentais, comparados a 10% entre os não usuários.

Os fumantes da maconha se queixaram de problemas como ansiedade, tristeza, melancolia e impaciência.

A proporção foi a mesma para as mulheres – 28% das usuárias se queixaram de problemas mentais, comparados a 14% entre as não usuárias.

O estudo constatou que 4% das pessoas com idades entre 15 e 65 anos haviam fumado maconha pelo menos uma vez nos últimos 30 dias.

A Holanda descriminalizou o consumo e posse de menos de cinco gramas de maconha em 1976 com uma política de “tolerância” oficial.
Fonte:R7/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)