Após simpósio em Bento Gonçalves, gestor do PEPD constata que PB está à frente de grandes centros brasileiros

A Paraíba revela-se como um dos Estados pioneiros em diversas políticas sobre drogas, principalmente quando o assunto é tratamento de dependência química.

Essa foi a constatação do gestor do Programa Estadual de Políticas sobre Drogas (PEPD/PB), Deusimar Guedes, após participar do III Simpósio Nacional sobre Dependência Química de Bento Gonçalves (RS), realizado de 14 a 16 de outubro, evento que reuniu gestores e especialistas de todo o Brasil.

De acordo com o gestor do PEPD/PB, participar do Simpósio foi uma oportunidade ímpar para conhecer as atividades dos outros Estados e vivenciar uma importante troca de experiências. “Temos muito trabalho a fazer, mas estamos no caminho certo. Ficamos satisfeitos ao perceber que, apesar do PEPD/PB ser bastante recente, pois foi criado há menos de seis meses, já estamos à frente até de grandes centros nas regiões Sul e Sudeste”, ressalta Deusimar Guedes.

Um dos temas que marcaram o evento foi o incentivo à implantação do Centro de Atenção Psicossocial destinado a atender dependentes de álcool e outras drogas (CAPS AD III), com atendimento 24 horas, equipamento recentemente implantado na Paraíba, um dos primeiros no país.

O simpósio teve como temática ´Estratégias de abordagem com usuários de drogas. Como partilhar o conhecimento?´ e foi promovido pela Associação para Incentivo à Pesquisa em Alcool e Drogas (FIPAD), com apoio da Associação Brasileira de Estudos de Alcool e outras Drogas (ABEAD); da Prefeitura de Bento Gonçalves e do Conselho Municipal Antidrogas (COMAD), da cidade que sediou o evento.

Algumas ações do PEPD/PB – Além do CAPS III, já foram implantados na Paraíba outros Centros de Recuperação para Dependentes Químicos, a exemplo do Espaço Inocêncio Poggi, com atendimento eficiente e humanizado, assim como o primeiro centro de reabilitação para mulheres, em parceria com a Fazendo do Sol, em Campina Grande. O Governo do Estado já desapropriou um imóvel rural, com 392,2 hectares, no município de Condado, a cerca de 40 quilômetros de Patos, para instalação de uma nova unidade da Fazenda Esperança, em parceria com a Diocese, visando atender parte do Sertão paraibano. Outros centros já estão em fase de implantação.

O Programa Estadual de Políticas sobre Drogas está interiorizando suas ações e realizando treinamentos e conferências junto a educadores, lideranças comunitárias, políticas e religiosas, em vários em vários municípios paraibanos.
Em parceria com a Secretaria Estadual da Juventude, Esporte e Lazer e com o Conselho Regional de Educação Física, o PEPD/PB também está implantando programas voltados para a prática do esporte como alternativa às drogas e forma de inclusão social.
Fonte:Folha do Sertão/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)