Paraná vai se integrar a grupo nacional de combate ao crack

O secretário da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa, assina, na sexta-feira (22), em Brasília, o acordo de cooperação técnica entre o Paraná e o Ministério da Justiça para atuação integrada no enfrentamento ao narcotráfico, em especial, ao crack.

“O acordo cria o Grupo Permanente de Enfrentamento ao Crack, visando atuação integrada das polícias nesse trabalho”, explica Serpa.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública se compromete a organizar e financiar reuniões periódicas trimestrais entre as chefias das unidades estaduais especializadas no combate ao narcotráfico. Os estados contribuirão com informações e relatórios sobre o combate ao crack. “Haverá troca de informações entre todos os estados e a Secretaria Nacional, tornando o combate ao narcotráfico nacional”, diz o secretário.

A partir das reuniões e coleta de dados, será feito um diagnóstico nacional, com a identificação dos grupos organizados, conduta dos grupos, consumo e demanda de drogas, método de trabalho e estudo de equipamentos para o combate ao narcotráfico. O Ministério da Justiça também poderá fornecer suporte logístico quando houver operações conjuntas entre Estados.

O Ministério também investirá no reaparelhamento e fortalecimento das unidades estaduais especializadas no combate ao narcotráfico. Esse investimento terá recursos do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas. O delegado chefe da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Júlio Reis, também participa da cerimônia, que acontece às 15h, no Ministério da Justiça.
Fonte:Agência de Notícias Estado do Paraná/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)