Profissionais de Saúde aprendem a tratar fumantes

A Secretaria da Saúde realiza a partir das 8 horas dos próximos dias 4 e 5, o Curso de Abordagem e Tratamento de Fumantes para Profissionais de Saúde, com duração de 16 horas, no Hotel Kananxuê, em Goiânia.

O curso é oferecido a 80 profissionais de saúde de nível superior que atuam em Unidades de Saúde da Família (modelo tradicional e Estratégia de Saúde da Família), de 25 municípios goianos.

A capacitação visa auxiliar profissionais de saúde para que possam oferecer abordagem eficaz àqueles que se tornaram vítimas do tabagismo. Antes visto como estilo de vida, este vício é atualmente reconhecido como dependência química que expõe as pessoas a inúmeras substâncias tóxicas. Os dependentes do tabaco são as principais vítimas de doenças limitantes e muitas vezes fatais, como câncer.

O tabagismo está classificado internacionalmente no grupo dos transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substâncias psicoativas. A Organização Mundial de Saúde estima que, por dia, cerca de 100 mil crianças viram fumantes regulares em todo o mundo.

Diante dessa realidade, o Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Câncer – Inca, lançou o Programa Nacional de Controle do Tabagismo, tendo como principal objetivo prevenir a iniciação no consumo de derivados do tabaco entre crianças e adolescentes e estimular o abandono do fumo entre os já dependentes do tabaco. A necessidade de se investir esforços para apoiar os fumantes a largar o vício é cada vez mais evidente. É crescente o número de fumantes que procuram esse apoio estimulado por um contexto social cada vez mais desfavorável ao consumo de tabaco.
Fonte:Governo do Estado de Goiás/ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)