Curso de capacitação sobre prevenção às drogas começa amanhã

Diário do Vale
Cerca de 200 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, entre técnicos de enfermagem, atendentes e recepcionistas das unidades de saúde, além dos agentes comunitários que atuam no Programa Saúde da Família, começam amanhã (5) o curso de capacitação sobre prevenção contra as drogas, iniciado em setembro pela prefeitura, em parceria com o Conselho Municipal de Avaliação do Prefeito Amigo da Criança.

Esse curso tem como objetivo treinar servidores de todos os órgãos municipais para identificar um usuário de droga e encaminhá-lo aos serviços que prestam assistência a dependentes químicos e seus familiares.

De acordo com a coordenadora do Programa de Educação em Saúde da prefeitura, Cristina Rosadas, as aulas acontecerão na Universidade Estácio de Sá, e os servidores serão divididos em quatro turmas, nos horários de 8h ao meio-dia e de 14 às 17h. Duas turmas iniciam as aulas amanhã (5), e outras duas começam nos mesmos horários, na segunda-feira (8). Ainda há vagas.

Os servidores interessados podem se inscrever diretamente na Secretaria Municipal de Saúde, que funciona no Centro Administrativo da prefeitura. Desenvolvido pelo Conselho do Prefeito Amigo da Criança, o treinamento já capacitou funcionários das seguintes unidades: Creas (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), Cras (Centro de Referência de Assistência Social), Niam (Núcleo Integral de Atendimento à Mulher), CCI (Centro de Convivência de Idosos), Fundação Confiar (Conselho Fundacional para a Infância e a Adolescência de Resende), Conselho Tutelar, agentes sociais e recepcionistas.

Segundo a agente de programas sócio-culturais da prefeitura e integrante do Conselho Prefeito Amigo da Criança, Maria José Barreto, a intenção dos organizadores do treinamento é chegar ao fim deste ano com 500 funcionários capacitados.

– Essa iniciativa tem como proposta mudar o olhar sobre o dependente químico. Na verdade, ele é uma pessoa que necessita de ajuda. O poder público precisa participar dessa luta a favor da vida, preparando seus funcionários para que, ao atender uma pessoa com esse problema, eles saibam como orientá-lo a buscar auxílio, tanto em serviços públicos, quanto nos serviços oferecidos por ONGs (Organizações Não Governamentais) e instituições privadas – disse Maria José, acrescentando que os cursos vão até o dia 25 e que a partir do ano que vem o tema será levado às escolas, por meio de concursos de redação e outras iniciativas.

O prefeito José Rechuan (DEM) lembrou que as ações de prevenção contra as drogas começaram a ser desenvolvidas ainda no primeiro semestre do ano passado, quando a prefeitura lançou a campanha “Viva Sem Drogas”. Entre as ações realizadas dentro dessa campanha, estão o “I Fórum Municipal de Drogas” e a divulgação de entidades que oferecem tratamento para dependentes químicos no município.

– O treinamento de servidores municipais visando orientar as pessoas dependentes reforça ainda mais o trabalho da prefeitura de prevenção e combate às drogas – falou.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)