Parar de fumar aumenta nível de colesterol “bom”

Clesio Net
Mesmo com o ganho de peso, parar de fumar melhora os níveis de colesterol “bom”, diz pesquisa.

A descoberta pode esclarecer a relação entre o fumo e a saúde cardíaca. Até 20% das doenças do coração são atribuídas ao cigarro, mas ainda não se sabe o que causa esse efeito.

É possível que o fumo afete o sistema cardiovascular de várias formas, reduzindo níveis de oxigênio e causando danos ao coração. Estudos menores já mostraram que fumar reduz o colesterol “bom” (HDL) e aumenta o “ruim” (LDL), segundo o pesquisador Adam Gepner, da Escola de Medicina da Universidade de Wisconsin (EUA).

Para testar com mais rigor o impacto do fumo sobre o colesterol, a equipe de Gepner recrutou mais de 1.500 fumantes, incluindo pessoas com sobrepeso ou obesas. Em média, os participantes fumavam 21 cigarros por dia até o início do estudo. Depois de um ano em programas para parar de fumar, 36% deles largaram o vício.

Na pesquisa, aqueles que pararam de fumar tiveram um aumento de 5% no colesterol “bom”, independentemente do número de cigarros que fumavam, porém o grupo que parou de fumar ganhou, em média, quatro quilos. O ganho de peso piora os níveis de colesterol. Por isso, os pesquisadores acreditam que o efeito benéfico de parar de fumar possa ser ainda maior do que o apontado.

Os pesquisadores ainda não sabem como parar de fumar afeta os níveis de colesterol. Especula-se que o cigarro prejudique proteínas que controlam o colesterol. Mesmo assim, segundo Gepner, se a relação entre cigarro e colesterol for provada, pode-se calcular que o risco de um ex-fumante ter um infarto ou derrame caia até 6% depois de dez anos sem cigarro.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)