Indústria do cigarro tenta manter adição de aromas, que atraem os adolescentes

Jornal do Brasil
Defensores da indústria do cigarro já se movimentam para tentar barrar mais uma medida que o governo quer tomar para reduzir o consumo de tabaco no país.

Projeto que tramita na Câmara pretende cancelar consulta pública realizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que visa proibir a adição de aromatizantes e outras substâncias que servem para atenuar ou modificar o sabor do cigarro.

O autor da proposta, deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), acusa a Anvisa de extrapolar suas funções, e os produtores argumentam que muitas famílias que trabalham no cultivo do tabaco seriam prejudicadas. Para especialistas, no entanto, proibir a adição de sabores e aromas aos cigarros é uma forma de impedir que mais e mais adolescentes comecem a fumar.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)