Ministro garante Centro para combater dependência de drogas entre índios

Agora MS
Alexandre Padilha afirmou que vai priorizar a demanda apresentada por Geraldo Resende para o combate ao consumo de drogas nas aldeias em Dourados.

O Ministro Alexandre Padilha (Saúde) garantiu na tarde desta terça-feira (08) ao deputado federal Geraldo Resende (PMDB) a implantação de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) nas aldeias indígenas de Dourados. O CAPS – AD atende pacientes com transtornos decorrentes do uso e dependência de drogas.

“Rememorando à matéria que foi exibida no ‘Fantástico’ no dia 30 de janeiro, me pronunciei na Câmara Federal sobre a tragédia anunciada do consumo de álcool e drogas nas aldeias do sul de Mato Grosso do Sul”, citou Geraldo ao comentar a audiência com o ministro da Saúde. Em 2009, o parlamentar protocolou a solicitação de implantação do CAPS indígena, ao negar, a Pasta da Saúde alegou o critério de implantação apenas em municípios com mais de 200 mil habitantes.

“A solicitação do Geraldo é urgente e vamos atender”, confirmou o Ministro Alexandre Padilha a Resende, se comprometendo com a instalação do Centro. As aldeias indígenas Jaguapiru e Bororó enfrentam o crescimento da violência que tem como causa principal os altos índices do consumo de drogas e a comercialização ilegal de álcool para os povos tradicionais.

Outro problema enfrentado nas aldeias é o trafico de seres humanos, “além da luta pela implantação do CAPS, estamos trabalhando para o lançamento da primeira Vila Olímpica Indígena do país, um investimento de mais de R$ 1,4 milhão, que será inaugurada no dia 19 de abril, dia do Índio. Acredito que o lazer é uma alternativa para os jovens marginalizados e entregues às drogas e a prostituição”, lembrou Geraldo.

Outros Recursos
Geraldo Resende também teve assegurada a prioridade do pagamento da segunda parcela para a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Dourados, “as obras já começaram, e existe a necessidade do pagamento de 65% do valor que viabilizamos aqui em Brasília”, reforça Geraldo.

Na audiência também foi discutido o pagamento da implantação dos Postos de Saúde previstos na seleção da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), além do pagamento da segunda parcela das outras Unidades Básicas de Saúde (UBS) contempladas em 2009 pelo trabalho de Geraldo, “conquistamos, depois de um intenso trabalho com os municípios e com o Ministério da Saúde, mais de 10 UBS em todo o Estado, as Prefeituras já cumpriram seu papel, agora estão aguardando o repasse do Governo federal”, finalizou Geraldo.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)