Mistura de tabaco e anticoncepcional é perigosa

Diário do Grande ABC
A mistura de tabaco e pílula anticoncepcional é uma bomba para a saúde.

A combinação dos dois aumenta o risco de infarto no miocárdio, embolia pulmonar e tromboflebite. O risco é 10 vezes maior à mulher fumante que faz uso de contraceptivos orais do que às não fumantes. A nicotina do cigarro favorece a agregação das plaquetas do sangue e aliada ao anticoncepcional facilita a formação de coágulos nas artérias. Isso possibilita a obstrução do fluxo sanguíneo. Uma vez obstruída a artéria no coração, aumenta o risco de infarto. No cérebro, ocorre o acidente vascular cerebral. Quando o cigarro é abandonado, o risco de doenças começa a decair pela metade após um ano. Só depois de 10 anos é que a saúde do ex-fumante atinge o nível daqueles que nunca fumaram na vida.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)