Ministério da Justiça estuda novo edital para financiar tratamento de dependentes químicos

O Globo
A secretária nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, Paulina do Carmo Duarte, informou nesta quinta-feira que o governo estuda a elaboração de um novo edital para o financiamento de comunidades terapêuticas, que fazem o tratamento de dependentes químicos.

Em 2010, foi publicado um edital com recursos de R$ 34 milhões para financiar o tratamento de 2,5 mil pessoas, mas só foram preenchidas 985 vagas.

– Estamos conversando com os municípios, as comunidades terapêuticas e os estados para buscar uma forma de fazer com que esse financiamento realmente se realize e elas (comunidades terapêuticas) possam continuar fazendo seu trabalho – afirmou Paulina, durante audiência pública da Subcomissão Temporária de Políticas Sociais sobre Dependentes Químicos de Álcool, Crack e outras Drogas, ligada à Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal.

Segundo ela, no ano passado as vagas não foram todas preenchidas porque “não houve grande resposta por parte dos municípios, que eram os responsáveis por mandar os projetos indicando as comunidades que teriam condições de receber os recursos”.

Paulina afirmou ainda que as comunidades terapêuticas são responsáveis pelo atendimento de 80% dos dependentes.

O presidente da subcomissão, senador Wellington Dias (PT- PI), disse que vai reunir todos os projetos que tramitam na Casa sobre o tema das drogas e pedir ao presidente do Senado prioridade e urgência na votação dessas matérias.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)