Ministério Público quer clínica pública para tratar usuários de drogas

EPTV
Secretaria Estadual de Saúde tem três meses para apresentar propostas.

Promotores de justiça exigem a instalação de uma clínica pública para tratamento de dependentes de álcool e drogas em Ribeirão Preto. O Ministério Público quer melhorar o atendimento aumentanto leitos a usuários de álcool e drogas e também a doentes mentais. O Brasil está entre os países com os piores índices do mundo nesta estatística. Tem apenas 2,3 leitos para cada dez mil habitantes. Em Ribeirão Preto, o número é de 1,3.

A preocupação é de 19 promotores de 35 municípios da região. Eles pedem aumento de leitos em curto prazo e deram 90 dias para a Secretaria da Saúde apresentar propostas para a cidade. O estatuto da criança e adolescente exige atendimento prioritário para menores de dezoito anos, mas o número de leitos no Núcleo de Atendimento ao Infrator não é suficiente.

Estima-se que 10% da população brasileira seja usuária de droga. E o consumo cresce principalmente entre jovens. Famílias chegam a gastar quase dois mil reais por mês para internar dependentes em clínicas particulares.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)