Na Câmara Federal, Macris será o relator da comissão do alcoolismo

O Liberal
A Câmara dos Deputados instalao oficialmente ontem a Comissão Especial proposta pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), que vai averiguar as causas e consequências do consumo de álcool no Brasil.

O objetivo do parlamentar é trabalhar em sintonia com o seu filho, deputado estadual Cauê Macris (PSDB), que foi indicado para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o mesmo tema na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Estatísticas do Centro de Referência em Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), instituto vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, destacam que 40% dos adolescentes e 16% dos adultos que se conscientizam e procuram tratamento para se livrar do vício do álcool experimentaram a bebida antes dos 11 anos de idade. Dados da mesma secretaria indicam que, em todo o no Estado, um milhão de pessoas sofrem da doença do alcoolismo.

“Custa muito caro para o Brasil essa falta de ação do Estado, na prevenção à venda de bebidas alcoólicas para menores”, afirmou o deputado Vanderlei Macris, que deverá ser indicado relator da Comissão Especial. O prazo regimental para apresentação do relatório conclusivo é de 120 dias. Nesse período, os 22 parlamentares indicados pelos partidos para compor a comissão pretendem convocar ministros de Estado, médicos, psiquiatras, representantes de ONGs e da indústria de bebidas para debater o assunto.

Atualmente já existem cinco comissões especiais em funcionamento na Câmara dos Deputados: Reforma Política, Plano Nacional de Educação, Regulamentação da Constituição Federal, Medidas Preventivas diante de Catástrofes e Política Pública no Combate às Drogas. “Estou muito animado porque há um clima muito favorável para que o Congresso aprofunde essa discussão”, ressaltou Macris. Na próxima semana deverá acontecer a primeira reunião de trabalho, em que será apresentado o cronograma de trabalho da comissão.

O objetivo do deputado é encaminhar os debates em duas vertentes: na questão da venda de bebida alcoólica para menores de idade e na prevenção ao alcoolismo. As Comissões Especiais possuem caráter temporário e são criadas para examinar e dar parecer sobre algum tema relevante.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)