O uso de drogas e álcool pode ser um obstáculo para tratamentos preventivos

A pesquisadora Dr. Karen Lasser, do Boston Medical Center (EUA), desenvolveu um estudo que mostra que o uso insalubre de certas substâncias (como drogas e álcool) pode fazer com que pacientes não recebam todos os cuidados médicos preventivos que eles deveriam receber.

O estudo analisou dados de 4.804 mulheres com recomendação para mamografias, 4.414 com recomendação para o exame papanicolau, 7.008 para exames preventivos de câncer colorretal e 7.017 de vacinha contra gripe. Foram feitos exame que determinaram se as pacientes faziam uso de substâncias lícitas e ilícitas.

Os resultados mostraram que entre quase 10.000 pacientes que tinham a recomendação de fazerem exames preventivos, 10% faziam uso de substâncias insalubres. 83,3% das mulheres que não usavam essas substâncias tinham feito os exames, enquanto 75.4% das mulheres que faziam esse uso não tinham recebido os mesmos cuidados.
Autor:
OBID Fonte: Blog Boa Saúde – UOL