Diadema lança plano de enfrentamento ao crack na sexta-feira

ABCD Maior
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, participa de lançamento do programa

A disseminação do uso do crack é um fenômeno presente na maioria das cidades brasileiras. Preocupada com esta situação que atinge principalmente a juventude, a Prefeitura de Diadema lançará na próxima sexta-feira (17/06), às 16h, com a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas de Diadema. A programação do evento tem início às 14h, com a palestra do dr. Roberto Tikanori, representante do Ministério da Saúde.

Diadema é uma das primeiras cidades brasileiras a organizar um Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, sendo a primeira da região do ABCD e do Estado. O Plano pressupõe uma série de ações, programas e serviços envolvendo o poder público e a sociedade. Como forma de potencializar as ações junto à comunidade, a Prefeitura também preparou uma campanha. “A droga é uma roubada fácil de entrar, mas difícil de sair” é o tema de uma cartilha educativa produzida para explicar as principais dúvidas sobre as drogas.

Outra iniciativa é o uso do grafite como forma de divulgação do tema junto aos jovens. A Prefeitura disponibilizou 20 locais da cidade para este trabalho. O artista Antonio Souza Neto, o Tota, produzirá grafites, com desenhos e a frase acima para chamar a atenção sobre os malefícios causados pelo uso do crack e outras drogas.

Início – As primeiras ações do Plano têm início já no próximo mês, com os trabalhos de dois consultórios de rua que funcionarão em carros adaptados e que levarão as equipes até os locais onde se concentram usuários de crack. As abordagens visam estabelecer vínculos, e serão realizadas de maneira lúdica, procurando incentivar cuidados com a saúde e redução dos danos relativos ao uso da droga. O consultório propõe uma abordagem de oferta no local dos usuários que apresentem alguma necessidade, mesmo sem uma procura espontânea às instituições de cuidado.

Também passa a funcionar 24h o Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD) e terão início os cursos da Escola de Redução de Danos, que capacitará Agentes Comunitários de Saúde e profissionais das demais secretarias municipais. A cidade terá recursos do Ministério da Saúde para ampliar os serviços de atendimento aos usuários de crack e outras drogas.

“Nenhuma ação isolada dará conta desse problema”, destaca a secretária de Saúde de Diadema, Aparecida Linhares Pimenta. “O Plano tem a participação das diversas secretarias municipais, para que o governo possa trabalhar de maneira integrada, na prevenção do uso do crack e outras drogas, na reinserção do dependente químico, e também na diminuição da oferta da droga aqui no município”, disse a secretária.

São eixos do Plano Integrado para o Enfrentamento do Crack e Outras Drogas de Diadema, os temas Prevenção, Reinserção Social, Redução dos Danos à Saúde, Redução da Oferta, Rede de Cuidados e Capacitação de Profissionais. Para cada eixo, houve o levantamento de ações a serem realizadas, as áreas responsáveis e outras áreas envolvidas.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)