Preço do cigarro vai subir até 55%

Band
Imposto sobre o produto sobe 20% a partir de novembro. Reajustes serão feitos até 2015.

O maço de cigarros vai ficar até 20% mais caro a partir do próximo dia 1o de novembro, quando começa a valer o aumento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre o produto. Os fabricantes devem repassar a elevação do tributo para o consumidor final.

Com isso, os cigarros mais baratos vão passar a custar R$ 3 – e vão ficar 55% mais caros até 2015, quando termina a alta escalonada no IPI.

Com o aumento, o governo vai arrecadar mais R$ 1,6 bilhão em 2012. Em 2013 e 2014, a receita vai crescer R$ 800 milhões a mais por ano e, em 2015, serão mais R$ 700 milhões.

A Receita Federal já havia anunciado a criação de duas novas formas de tributação para os fabricantes de cigarro no início deste mês – os regimes geral e especial.

No primeiro, os fabricantes deverão recolher 45% de IPI sobre o preço de cada maço de cigarro. No regime especial, o aumento das alíquotas será feito de forma escalonada: entre 1º de novembro de 2011 e 31 de dezembro do ano que vem, a alíquota de IPI será de 40%. A partir do dia 1º de janeiro de 2015, o tributo vai atingir 60%.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)