Blitz educativa em centro boêmio do Rio alerta sobre o uso de aditivos no cigarro

“É gostoso, é cheiroso…, mas é veneno!”. Com este alerta, o INCA leva nesta sexta-feira, 26, uma blitz educativa sobre os malefícios dos cigarros aditivados à região boêmia da Lapa, no Centro do Rio de Janeiro. A mobilização é dirigida principalmente aos jovens, os alvos preferenciais da indústria tabagista. A blitz faz parte das ações promovidas para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo, que será comemorado na segunda-feira, 29 de agosto.

Cigarros aditivados são aqueles que possuem substâncias químicas que tornam cheiro e sabor desses produtos mais atrativos. Frequentemente, essas novidades da indústria tabagista são levadas aos consumidores efetivos ou potenciais em ambientes de lazer e diversão noturnos em tabuleiros bem decorados, conduzidos por jovens bonitos, com a mensagem de que se tornar um usuário “é muito legal”. Esta é uma das razões que fez com que o uso de aditivos para facilitar a experimentação, o uso regular e a dependência do cigarro fosse escolhido como o tema deste ano do Dia Nacional de Combate ao Fumo.

A proposta do INCA é a de uma estratégia reversa: dois casais uniformizados circularão pelas ruas da Lapa nesta sexta-feira, o dia de maior movimento no local, e distribuirão pequenos fracos com o desenho no rótulo de uma caveira e dois cigarros cruzados, no lugar dos ossos tradicionais, simbolizando veneno. Para explicitar ainda mais a mensagem, haverá o pequeno texto: “Cigarro: mata com gosto”. O principal objetivo da blitz educativa é promover a conscientização e incentivar os multiplicadores de informação sobre os malefícios dos cigarros em geral e dos cigarros aditivados em particular.

Por meio de cartas, alguns bares da Lapa foram convidados pela Divisão de Comunicação Social do INCA para se engajarem na iniciativa. A distribuição dos frascos deverá ser feita aos frequentadores de bares e restaurantes nas ruas fechadas para o tráfego pela iniciativa “Lapa Legal”: avenida Mem de Sá, entre as avenidas Gomes Freire e República do Paraguai; rua do Riachuelo, entre as ruas do Lavradio e a Mem de Sá; e na rua dos Arcos, entre a via de ligação sob os Arcos da Lapa, em direção às ruas Evaristo da Veiga e Lavradio.
Fonte:INCA – Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde