Caixa alerta se comprador tem cara de adolescente

Folha de São Paulo – FOCO – DE SÃO PAULO
A cervejinha é colocada sobre o caixa do supermercado, e o funcionário recebe o alerta do computador: “Proibida a venda de bebida alcoólica a menores de 18 anos”.

O aviso aparece desde ontem nos terminais das lojas do Grupo Pão de Açúcar (que inclui ainda as bandeiras Extra e Assaí) para forçar que o operador peça RG a quem aparentar ser mais jovem.

Na teoria, pedir o documento é obrigação, já que é proibido por lei vender bebida a menores de 18 anos. Na prática, isso não acontece na maioria dos locais.

O pedido do RG na rede varejista é parte de uma campanha da Ambev, uma das maiores fabricante de cerveja do mundo, em parceria com o Grupo Pão de Açúcar.

O funcionário é treinado a digitar a data de nascimento no computador, que vai travar a venda se o cliente tiver menos de 18 anos.

Segundo Milton Seligman, vice-presidente de relações corporativas da Ambev, os trabalhadores assinam um termo em que se comprometem a pedir o documento.

A parceria vale inicialmente para as lojas de São Paulo e do Paraná, mas será estendida para o resto do país em outubro. Nas próximas semanas, uma campanha publicitária será veiculada na TV.

A cervejaria negocia com com a Abras (Associação Brasileira dos Supermercados) a adesão de outras redes.

Para evitar a venda ilegal em bares, a Ambev fez parcerias com ONGs, que distribuirão cartilhas a comerciantes. Bares que se engajarem poderão ganhar nova pintura, além de jogos de mesas e cadeiras. (GIBA BERGAMIM JR.)
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas