Parar de fumar reduz índice de mortalidade dentro de seis meses

Um estudo britânico concluiu que restringir o fumo reduz rapidamente – dentro de até seis meses – os índices de mortalidade em indivíduos e populações.

Simon Capewell e Martin O’Flaherty, da University of Liverpool, analisaram resultados de testes clínicos e experimentos naturais e concluíram também que melhorias na dieta têm efeito positivo para a saúde dentro de um a três anos.

A equipe estudou o efeito de políticas para a redução no fumo em vários países e concluiu que as medidas tiveram efeito rápido e positivo sobre índices de mortalidade e número de internações.

Na Escócia, por exemplo, leis cerceando o fumo em lugares públicos que entraram em vigor em 2006 reduziram em 17% o número de internações por síndrome coronária aguda e em 6% o número de mortes fora do hospital por problemas cardíacos.

Da mesma forma, quando leis antifumo foram adotadas na cidade norte-americana de Helena, um hospital local registrou, dentro de um período de seis meses, uma queda de 40% no número de internações de pacientes com síndrome coronária aguda. Seis meses após a lei ter sido revogada, as internações retornaram aos índices anteriores.
Autor:
OBID Fonte: O TEMPO-MG