Exercícios físicos podem ajudar a parar de fumar

O Dia
Parar de fumar é uma das coisas mais saudáveis que uma pessoa pode fazer, mas está também entre as mais difíceis, especialmente para os fumantes adolescentes, que lutam contra o cigarro e a pressão social.

Novas evidências sugerem uma forma de tornar os esforços mais fáceis: o exercício. Em um estudo realizado com 233 adolescentes entre 14 e 19, nos Estados Unidos, os jovens que participaram de um programa contra o fumo combinado com exercícios físicos foram, em média, até três vezes mais propensos a parar de fumar do que aqueles que foram orientados apenas com aconselhamento.

Os alunos foram divididos aleatoriamente em três grupos: um recebeu uma sessão única com dicas para parar de fumar; um segundo grupo teve uma forma mais intensiva, com 10 semanas de programa para deixar o vício; e um terceiro recebeu uma combinação para deixar o fumo, aliado à práticas esportivas. Depois de três meses, quase 14% dos adolescentes no grupo que unia os dois tratamentos (orientação e exercício) tinha parado, em comparação com apenas 5% no grupo de sessão única e 11% dos que participaram das 10 sessões.

As informações necessárias para abandonar o fumo, juntamente com exercícios, melhora as taxas para o adolescente deixar o cigarro, em comparação com os outros dois grupos. Os resultados ainda sugerem que o exercício pode ajudar a motivar alguns adolescentes, incluindo meninas, que queiram largar o vício.

Os programas anti-tabagismo têm cerca de 25% de sucesso entre os adolescentes. E os dados mais recentes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos mostraram que as taxas de tabagismo entre os jovens, que recentemente caiu drasticamente, estão começando a estabilizar. Entre 1997 e 2003, o percentual de adolescentes que fumam caiu de 36% para 22%; até 2009, a taxa caiu para 19,5%, mas se estabilizou desde então.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)