Parar de fumar melhora a memória

Deixar de fumar é extremamente benéfico para a saúde de forma geral, mas pesquisadores ingleses descobriram uma vantagem específica do abandono do hábito – o melhor funcionamento da memória.

Pesquisadores da Universidade Northumbria, na Inglaterra, selecionaram 69 pessoas para participarem de um tour pelo campus da universidade. Dessas pessoas, 27 eram fumantes, 18 eram ex-fumantes e 24 nunca tinham fumado.

Essas pessoas tiveram que realizar tarefas em cada uma das locações onde foram levadas – 15, ao total. As tarefas envolviam funções de memória que estavam relacionadas aos locais. Na biblioteca, por exemplo, elas deveriam se lembrar de checarem se seus telefones tinham recebido mensagens. No centro esportivo deveriam perguntar sobre os custos de ser sócio.

Os resultados do experimento mostraram que os fumantes realizaram 8,9 das tarefas corretamente, sendo que os ex-fumantes realizaram 11 tarefas com sucesso e os que nunca fumaram performaram 12,1.

Existem estudos que apontam que o abandono do tabagismo melhora o funcionamento da memória retrospectiva – a habilidade de aprender novas informações e retê-las. Esse novo estudo mostra progressos na memória prospectiva- a habilidade de se lembrar de uma tarefa e realizá-la em um momento futuro.

“Nós já sabemos que parar de fumar têm benefícios enormes de saúde para o corpo, mas esse estudo também mostra como parar de fumar pode ter um efeito repercussivo na função cognitiva também”, afirma o pesquisador Tom Hefferman.

A pesquisa será publicada no periódico Drug and Alcohol Dependence.
Autor:
OBID Fonte: Bibliomed