Aumento de casos de acidentes provocados por embriaguez

Diário da Manhã
Os números da violência no trânsito, registrados nas rodovias federais da região, mostraram crescimento nos acidentes envolvendo condutores embriagados .

Os números da violência no trânsito, registrados nas rodovias federais da região, mostraram crescimento nos acidentes envolvendo condutores embriagados. As estatísticas apontam um aumento de 54 para 92 casos de acidentes em decorrência do abuso de álcool entre os anos de 2009 e 2010, um crescimento de 70%. Até setembro de 2011, os dados já acusam 68 acidentes de trânsito por embriaguez registrados pelo Posto PRF de Erechim. As informações referem-se a ocorrências na BR 153, do km 0 ao 86 e BR 480, do km 3,1 ao 13,2.

Reginaldo José Tonon, chefe do Posto PRF de Erechim afirma que esse aumento no número de casos registrados pelo abuso de álcool deve-se a uma maior fiscalização e abordagem dos veículos. Ainda, a disponibilidade de equipamentos necessários para o teste de embriaguez em todas as viaturas da Polícia Rodoviária Federal, contribui para maior eficácia nos registros dessas ocorrências. Segundo Tonon, apesar da alta fiscalização e do cumprimento da Lei Seca com a aplicação das medidas administrativas de retenção do veículo e recolhimento do documento de habilitação, bem como penalidades com multa e suspensão do direito de dirigir por 12 meses, os condutores só adquirem consciência sobre os perigos de conduzir um veículo sob efeito de álcool após serem autuados. Para isso a PRF trabalha com programas de educação no trânsito, visando que os resultados dessas estatísticas tenham uma melhoria significativa a médio e longo prazo.

Operação Balada Segura
Na Semana Municipal de Trânsito, de 23 a 30/09, uma operação conjunta envolvendo o 13º Batalhão da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual, Diretoria de Trânsito e a ONG Vida Urgente abordou 147 automóveis na área central de Erechim. Destes, 92 motocicletas, duas vans e um caminhão. Foram confeccionadas 22 autuações com recolhimento de três veículos. Os condutores abordados foram convidados ao teste com o bafômetro. Dois testes acusaram embriaguez e um condutor se recusou, mas também foi autuado e teve a CNH recolhida.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)